Adiada, votação do aumento do IPTU em Florianópolis divide opiniões no Tribunal de Justiça

6 de agosto de 2014 - 20:36 - Justiça - Florianópolis O procurador-geral do município, se ateve acontestar a ferramenta jurídica de ação direta de inconstitucionalidade.

O órgão especial do Tribunal de Justiça mostrou-se dividido nesta quarta-feira durante o julgamento da ação direta de inconstitucionalidadeque tenta barrar o aumento de IPTU e de ITBI em Florianópolis. A votação foi adiada para o final de agosto. O advogado contratado por diversas associações civis, comerciais e sindicatos tentou provar que o aumento de IPTU foi irregular, tomando como base não o valor venal dos imóveis em Florianópolis, esim o suposto valor de mercado, o que teria ocasionado aumentos de impostos deaté mil por cento. O procurador-geral do município, no entanto, se ateve acontestar a ferramenta jurídica de ação direta de inconstitucionalidade, numatese que dividiu os desembargadores.

Fonte: RICMaIS

 

CONTADOR DE VISITAS

mod_vvisit_counterVisitantes de ontem:4291
mod_vvisit_counterSemana passada:33157
mod_vvisit_counterMês passado:118197

BUSQUE SEU IMÓVEL

Vista para o mar
Próx. UFSC / UDESC

BUSQUE CÓD. OU TEXTO