PREPARANDO TERRENO? Segredo bem guardado em área nobre da Capital

PREPARANDO TERRENO

Segredo bem guardado em área nobre da Capital

A Woa, da família Koerich, deve lançar residencial luxuoso na Beira-Mar Norte até o início de 2011

Quem passa pela Avenida Beira-Mar Norte não tem como ignorar um enorme terreno numa das localizações mais prestigiadas de Florianópolis com o logotipo da Woa Empreendimentos Imobiliários.

Apesar da curiosidade despertada, a nova construtora, constituída com a participação das empresas Koerich Imóveis, Zita Empreendimentos Imobiliários e Lojas Koerich, adotou a estratégia de manter os detalhes do projeto guardados a sete chaves. Revela apenas que será um condomínio residencial de alto padrão, com lançamento previsto para o final deste ano ou início de 2011.

O mercado imobiliário especula que o projeto inaugural da Woa (pronuncia-se Voa) deve implantar um novo conceito de empreedimentos alto padrão na Capital. Bastante econômico ao falar sobre o assunto, o diretor da Woa, Walter Silva Koerich, diz que, por enquanto, a pretensão é apenas apresentar a nova empresa.

– Não é uma fusão. É uma sociedade de três empresas da família. Nós aproveitamos a boa convivência para entrar num empreendimento que requer bastante investimento. É um condomínio residencial de alto padrão, e a Woa ainda não tem outros projetos do gênero previstos – diz.

O nome Woa é uma homenagem aos patriarcas das três empresas sócias com a junção das suas iniciais: Walter Osli Koerich, Orlando Odílio Koerich e Antônio Obed Koerich. O terreno tem mais de 13 mil metros quadrados e os mais conceituados escritórios de arquitetura da cidade trabalham na concepção da obra.

– Não se conhece o projeto, mas, pela área nobre, tem capacidade de receber um empreendimento fantástico – afirma o presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil de SC (Sinduscon), Helio Bairros.

Metro quadrado vale R$ 10 mil na região

Segundo ele, o preço médio das unidades já existentes na Beira-mar Norte é de R$ 3 milhões, e o metro quadrado, hoje o mais caro de Florianópolis, custa em torno de R$ 10 mil.

Para o diretor da construtora gaúcha CFL, que atua apenas no segmento de alto padrão, Luciano Corrêa, não há dúvidas de que o projeto da Woa, pela localização, será voltado para o mercado de luxo.

Um bom termômetro de preços do mercado na região é o mais recente condomínio lançado na Beira-mar Norte, o La Perle. As unidades ali variam de R$ 2,5 milhões a R$ 3 milhões, mas coberturas diante da Praça Governador Celso Ramos valem mais de R$ 4,5 milhões.

A Woa pretende lançar a marca no mercado com um café da manhã, hoje, para oficializar a conclusão da revitalização da Praça Governador Celso Ramos. A confraternização com a comunidade está programada para amanhã, com uma série de atividades para integração da população com o novo espaço.

– Elaboramos e executamos um moderno projeto arquitetônico que contempla um espaço de 12,4 mil metros quadrados. Preservamos a estrutura já existente, sem interferir na vegetação adulta, e respeitamos as características do local e da comunidade – explica Walter Silva Koerich.

Para o diretor-superintendente da Fundação Municipal de Meio Ambiente (Floram), Gerson Basso, a ação em parceria com o poder público irá reaquecer a economia do entorno.

A Woa assumiu a responsabilidade pela instalação do novo parque, todo o mobiliário urbano, como lixeiras, bancos, bicicletários e mesas de jogos e se comprometeu em manter a praça por tempo indeterminado.

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Fonte: Diário Catarinense

CONTADOR DE VISITAS

mod_vvisit_counterVisitantes de ontem:4199
mod_vvisit_counterSemana passada:32202
mod_vvisit_counterMês passado:162957

BUSQUE SEU IMÓVEL

Vista para o mar
Próx. UFSC / UDESC

BUSQUE CÓD. OU TEXTO

-->